Cox Automotive https://coxautomotive.com.br Transformando a maneira como o mundo compra, vende, usa e compartilha veículos Mon, 21 Mar 2022 17:16:04 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.9.3 Conheça os carros com melhor valor de revenda de 2022 https://coxautomotive.com.br/conheca-os-carros-com-melhor-valor-de-revenda-de-2022/ https://coxautomotive.com.br/conheca-os-carros-com-melhor-valor-de-revenda-de-2022/#respond Mon, 21 Mar 2022 14:57:30 +0000 https://coxautomotive.com.br/?p=683 Terceira edição do Prêmio Melhor Revenda analisou os preços de 94 modelos.

A Kelley Blue Book Brasil, única empresa especializada em precificação de veículos novos e usados, juntamente com a revista Quatro Rodas, anunciam os vencedores da terceira edição do Prêmio Melhor Revenda 2022! Como nos anos anteriores, a premiação tem como objetivo destacar quais foram os veículos que menos desvalorizaram ao longo do último ano (neste caso, 2021), analisando 94 modelos elegíveis aos critérios de seleção do prêmio.  

Nesta edição, o Prêmio Melhor Revenda 2022 segue a mesma metodologia exclusiva que o distingue de qualquer outra análise de desvalorização do mercado. Somente a KBB Brasil é capaz de identificar e rastrear as transações do tipo “C2B” para apurar o Preço de Troca KBB dos veículos participantes do prêmio. Este tipo de transação, em que o proprietário particular revende seu veículo a um lojista, é a mais comum entre os consumidores de automóveis 0 km.  

Portanto, para saber quais são os modelos que menos desvalorizaram no último ano, o Prêmio Melhor Revenda 2022 coleta os preços 0 km de cada um deles em janeiro de 2021 e os compara com seus respectivos Preço de Troca KBB de janeiro de 2022, a fim de garantir histórico de 12 meses para aferir a desvalorização.  

Participaram desta edição todos os automóveis e comerciais leves 0 km à venda no período utilizado para o cálculo e que se mantiveram disponíveis ao consumidor até fevereiro (data de apuração dos resultados). Deste modo, modelos que trocaram de geração, descontinuados ou que sofreram reestilizações muito marcantes não foram incluídos na pesquisa. Além disso, um teto de R$ 500 mil foi adotado para exclusão dos carros que superam este patamar (com exceção às categorias “Híbrido” e “Elétrico”).  

Ao final da seleção, 94 modelos participaram do Prêmio Melhor Revenda 2022, que foram distribuídos em 19 categorias. Veja abaixo quais foram os vencedores em cada uma delas: 

CATEGORIAMODELODESVALORIZAÇÃO (TROCA)
HATCH COMPACTO DE REFERÊNCIAFIAT ARGO3,56%
SEDÃ COMPACTO DE REFERÊNCIAFIAT CRONOS0,56%
SUV COMPACTO DE ACESSOVOLKSWAGEN NIVUS0,23%
SUV COMPACTO DE REFERÊNCIACHEVROLET TRACKER-1,28%
SEDÃ MÉDIOCAOA CHERY ARRIZO 6-4,90%
SUV MÉDIOHYUNDAI TUCSON-5,79%
SUV GRANDETOYOTA SW410,71%
PICAPE COMPACTA FIAT STRADA6,59%
PICAPE MÉDIA OU DIESELTOYOTA HILUX16,64%
HATCH PREMIUMBMW SÉRIE 1-4,27%
SEDÃ PREMIUMMERCEDES-BENZ CLA-5,01%
SUV COMPACTO PREMIUMAUDI Q3-0,43%
HÍBRIDO PREMIUMPORSCHE CAYENNE4,21%
ELÉTRICO PREMIUMPORSCHE TAYCAN-1,10%
PICAPE COMPACTA COMERCIALFIAT STRADA CS6,59%
PICAPE MÉDIA COMERCIALTOYOTA HILUX CS-0,35%
FURGÃO URBANO COMERCIALPEUGEOT EXPERT-8,71%
FURGÃO COMERCIALFIAT DUCATO3,92%
VAN COMERCIALFIAT DUCATO MINIBUS-1,19%
MÉDIA DOS VENCEDORES 1,53%

Sobre a Kelley Blue Book 

Criada em 1926 nos Estados Unidos, a Kelley Blue Book é referência em preços de carros novos e usados tanto para quem compra quanto para quem vende. Ela usa como base de cálculo para o Preço KBB valores de mercado praticados regionalmente. Também é a única a produzir uma tabela que leva em conta fatores como quilometragem, cor, nível de equipamentos e estado de conservação do veículo. E que permite que ninguém perca dinheiro na negociação: seja de um novo ou de um usado. Também oferece conteúdo editorial abrangente em texto e vídeo, com dicas e avaliações de especialistas, ferramentas para comparação de carros e opinião do dono. 

Referência em precificação no mercado automotivo norte-americano, a KBB está no Brasil desde outubro de 2017 com o site kbb.com.br. A sede da Kelley Blue Book é baseada em Irvine, Califórnia, e faz parte da Cox Automotive. 

]]>
https://coxautomotive.com.br/conheca-os-carros-com-melhor-valor-de-revenda-de-2022/feed/ 0
Preços de motos continuam subindo em fevereiro https://coxautomotive.com.br/precos-de-motos-continuam-subindo-em-fevereiro/ https://coxautomotive.com.br/precos-de-motos-continuam-subindo-em-fevereiro/#respond Fri, 18 Mar 2022 14:17:04 +0000 https://coxautomotive.com.br/?p=679 Motos usadas encabeçam esse cenário de alta, com variação média de 1,48%

Parece até uma reprise dos meses anteriores, mas os preços das motocicletas continuam em alta, seguindo a tendência apontada no Monitor de Variação de Preços da KBB Brasil de janeiro/22. Ainda de acordo com o levantamento da única empresa especializada em pesquisa de preços de veículos novos e usados, as motos 0km tiveram novamente 1% de aumento, em média, em fevereiro, enquanto as seminovas subiram 1,13% e usadas 1,48%, também em média. O aumento médio mensal de 2021 ficou em 1,02% para 0km, 1,41% para seminovas e 2,32% para usadas.

Se colocarmos uma lupa nas versões 0km, notamos que, tanto os modelos 2022 quanto os modelos 2021, demonstraram uma alta no preço superior ao apontado no relatório anterior, fechando o mês com 0,97% para MY 2022 e 0,98% para 2021, contra 0,72% e 0,80% respectivamente. Nas Categorias, Ciclomotor (2,47%) e Touring (1,44%) foram as mais valorizadas.

Variação de preço de motos 0 km em fevereiro de 2022 
Ano modelo Janeiro (2022) Fevereiro (2022) Média mensal (2021) 
Média 1,08%0,99% 1,02% 
2022 0,72% 0,97% 0,86% 
2021 0,80% 0,98% 1,07% 

Entre os modelos seminovos, se considerarmos a média dessa faixa de ano, o aumento dos preços foi mais tímido do que o de janeiro/22 (1,13% contra 1,61%), a maior variação ficou por conta das motos 2019 (1,33%). As marcas que mais experimentaram aumento em fevereiro foram Avelloz (2,88%), Sousa Motos (2,88%) e Bull Motors (2,40%), 

Nesta faixa de idade, os modelos Haojue Lindy (4,19%) e Avelloz AZ1 (2,88%) foram as maiores variações.

Variação de preço de motos seminovas (até 3 anos de uso) em fevereiro de 2022 
Ano modelo Janeiro (2022) Fevereiro (2022) Média mensal (2021) 
Média 1,61%1,13% 1,41% 
20211,14% 0,97% 0,87% 
20201,15%1,07%1,21%
20191,81%1,09%1,43%
2018 2,21% 1,33% 1,73%% 

No caso das motos usadas, entre 4 e 10 anos de uso, o cenário ficou idêntico ao mês de anterior. (1,48% contra 1,47% em janeiro/22). Novamente as marcas Bull Motors (3,90%) e Avelloz (3,28%) foram as altas mais expressivas e os modelos Avelloz AZ1 (3,28%), Shineray XY50 (2,96%) e Yamaha Factor (2,42%), foram as maiores altas.

Variação de preço de motos usadas (entre 4 e 10 anos de uso) em fevereiro de 2022 
Ano modelo Janeiro (2022) Fevereiro (2022) Média mensal (2021) 
Média 1,47%1,48% 2,32% 
20182,42% 1,37% 2,19% 
20171,14%1,49%2,24%
20160,88%1,54%2,60%
20151,10%1,20%2,66%
20141,77%1,55%2,00%
20132,69%2,13%1,83%
20121,75% 2,20% 1,53%

O MVP de fevereiro da KBB Brasil analisou 6.261 versões disponíveis no mercado para fazer o levantamento.

A KBB Brasil utiliza tecnologias de análise de dados e Big Data para produzir os levantamentos de precificação de veículos novos e usados. O processamento é realizado por um complexo algoritmo alimentado semanalmente por uma base com mais de 800 mil informações de preços de diferentes fontes do mercado. Além disso, todos os dados são avaliados diariamente por uma análise rígida de uma equipe de especialistas para garantir a validação dos preços publicados no site de acordo com a realidade brasileira. A empresa atua com o propósito de conscientizar os consumidores na compra e venda de carros a partir da determinação de preços justos. Todos os preços da KBB Brasil são públicos e podem ser consultados gratuitamente no site kbb.com.br.

]]>
https://coxautomotive.com.br/precos-de-motos-continuam-subindo-em-fevereiro/feed/ 0
Apesar da queda nas vendas, preços seguem com tendência de alta https://coxautomotive.com.br/apesar-da-queda-nas-vendas-precos-seguem-com-tendencia-de-alta/ https://coxautomotive.com.br/apesar-da-queda-nas-vendas-precos-seguem-com-tendencia-de-alta/#respond Thu, 17 Mar 2022 13:59:08 +0000 https://coxautomotive.com.br/?p=675 Cenário de alta de preços foi estimulado principalmente pelos veículos seminovos

O mês de fevereiro acabou e o mercado de venda de carros continua com viés de queda. Segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores – ANFAVEA, foram licenciados 129 mil veículos em fevereiro/22, o que representa uma forte queda de 22,8% no comparativo com o mesmo período de 2021.

No entanto, os preços não recuaram. É o que aponta o Monitor de Variação de Preços da KBB Brasil, empresa especializada em preço de veículos novos e usados. Os grandes responsáveis foram os veículos seminovos (de 0 a 3 anos), com variação média de 2,96%, e os carros usados (de 4 a 10 anos), com alta de 1,87% em média. Já os carros 0km sofreram variação de apenas 0,25%.

Se colocarmos uma lupa nos preços de veículos 0km, enxergaremos uma variação de +0,36% nos Modelos 2022, enquanto os 2021 não tiveram variação expressiva. Esse cenário é bem inferior ao demonstrado durante todo o ano de 2021, quando os Modelos 2022 variaram 1,67% e os Modelos 2021 1,09% em média por mês.

Variação de preço de carros 0 km em fevereiro de 2022 
Ano modelo Janeiro (2022) Fevereiro (2022) Média mensal (2021) 
Média 1,39%0,25% 1,33% 
2022 2,03% 0,36% 1,67% 
2021 0,01% 0,00% 1,09% 

No caso dos veículos seminovos e usados, o MVP aponta que houve um expressivo arrefecimento na inflação destas categorias em comparação com janeiro, mantendo a tendência de alta. Em relação aos seminovos, com até três anos de uso, aqueles com ano modelo 2020 foram os que mais subiram de preço em fevereiro: 4,21% em média, número que deixa esses veículos bem acima da variação apresentada em 2021, quando a alta foi de, em média, 1,06% ao mês.

Variação de preço de carros seminov0s (até 3 anos de uso) em fevereiro de 2022 
Ano modelo Janeiro (2022) Fevereiro (2022) Média mensal (2021) 
Média 0,76%2,86% 1,42% 
20211,12% 3,22% 1,09% 
20200,51%4,21%1,06%
20190,77%2,90%1,54%
2018 0,52% 1,92% 1,85%

Já em relação aos carros usados, entre 4 e 10 anos de uso, a variação de 1,87% para a categoria ficou abaixo da média de 2,04% de variação mensal observada ao longo do ano passado. Dentre os anos modelos desta categoria, novamente os veículos de 2012 (igual ao mês de janeiro) foram os que mais subiram de preço em fevereiro, com variação de 2,66%.

Variação de preço de carros usados (entre 4 e 10 anos de uso) em fevereiro de 2022 
Ano modelo Janeiro (2022) Fevereiro (2022) Média mensal (2021) 
Média 0,56%1,87% 2,04% 
20170,26% 1,05% 2,02% 
20160,43%1,89%1,99%
2015-0,11%1,96%2,04%
20140,83%2,17%2,09%
20130,97%2,03%2,10%
20121,53%2,66%2,01%
20111,35% 1,35% 1,89%

O MVP de fevereiro da KBB Brasil analisou 26.376 versões disponíveis no mercado para fazer o levantamento.

A KBB Brasil utiliza tecnologias de análise de dados e Big Data para produzir os levantamentos de precificação de veículos novos e usados. O processamento é realizado por um complexo algoritmo alimentado semanalmente por uma base com mais de 800 mil informações de preços de diferentes fontes do mercado. Além disso, todos os dados são avaliados diariamente por uma análise rígida de uma equipe de especialistas para garantir a validação dos preços publicados no site de acordo com a realidade brasileira. A empresa atua com o propósito de conscientizar os consumidores na compra e venda de carros a partir da determinação de preços justos. Todos os preços da KBB Brasil são públicos e podem ser consultados gratuitamente no site kbb.com.br.

Sobre a Kelley Blue Book 

Criada em 1926 nos Estados Unidos, a Kelley Blue Book é referência em preços de carros novos e usados tanto para quem compra quanto para quem vende. Ela usa como base de cálculo para o Preço KBB valores de mercado praticados regionalmente. Também é a única a produzir uma tabela que leva em conta fatores como quilometragem, cor, nível de equipamentos e estado de conservação do veículo. E que permite que ninguém perca dinheiro na negociação: seja de um novo ou de um usado. Também oferece conteúdo editorial abrangente em texto e vídeo, com dicas e avaliações de especialistas, ferramentas para comparação de carros e opinião do dono. 

Referência em precificação no mercado automotivo norte-americano, a KBB está no Brasil desde outubro de 2017 com o site kbb.com.br. A sede da Kelley Blue Book é baseada em Irvine, Califórnia, e faz parte da Cox Automotive. 

]]>
https://coxautomotive.com.br/apesar-da-queda-nas-vendas-precos-seguem-com-tendencia-de-alta/feed/ 0
Governo determina prazos para renovação de CNH vencida durante a pandemia https://coxautomotive.com.br/governo-determina-prazos-para-renovacao-de-cnh-vencida-durante-a-pandemia/ https://coxautomotive.com.br/governo-determina-prazos-para-renovacao-de-cnh-vencida-durante-a-pandemia/#respond Mon, 24 Jan 2022 15:57:00 +0000 https://coxautomotive.com.br/?p=494 No início deste ano, o governo suspendeu a renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) por tempo indeterminado. A medida foi necessária por conta do fechamento de dos postos de atendimento durante a pandemia. Dessa maneira, os motoristas puderam dirigir com o documento vencido.

No entanto, junto com as resoluções sobre a nova placa preta e o novo desenho da CNH, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) estabeleceu os prazos para a renovação dos documentos vencidos. O primeiro prazo é em 31 de dezembro de 2021, válido para quem está com documento expirado desde março ou abril de 2020. 

Vale lembrar que ao não renovar a habilitação no prazo correto, o motorista corre o risco de ser multado. A infração é considerada gravíssima, rende sete pontos na habilitação e multa de R$ 293,47.

Confira o calendário para renovação da CNH:

Data de vencimentoPeríodo de renovação
Março e abril de 2020até 31 de dezembro de 2021
Maio e junho de 2020até 31 de janeiro de 2022
Julho e agosto de 2020até 28 de fevereiro de 2022
Setembro e outubro de 2020até 31 de março de 2022
Novembro e dezembro de 2020até 30 de abril de 2022
Janeiro e fevereiro de 2021até 31 de maio de 2022
Março e abril de 2021até 30 de junho de 2022
Maio e junho de 2021até 31 de julho de 2022
Julho e agosto de 2021até 31 de agosto de 2022
Setembro e outubro de 2021até 30 de setembro de 2022
Novembro e dezembro de 2021até 31 de outubro de 2022
Janeiro e fevereiro de 2022até 30 de novembro de 2022
Março e abril de 2022até 31 de dezembro de 2022
Maio de 2022até 31 de janeiro de 2023
Junho de 2022até 28 de fevereiro de 2023
Julho de 2022até 31 de março de 2023
Agosto de 2022até 30 de abril de 2023
Setembro de 2022até 31 de maio de 2023
Outubro de 2022até 30 de junho de 2023
Novembro de 2022até 31 de julho de 2023
Dezembro de 2022até 31 de agosto de 2023
]]>
https://coxautomotive.com.br/governo-determina-prazos-para-renovacao-de-cnh-vencida-durante-a-pandemia/feed/ 0
Placa preta voltará aos carros clássicos em 2022 https://coxautomotive.com.br/placa-preta-voltara-aos-carros-classicos-em-2022/ https://coxautomotive.com.br/placa-preta-voltara-aos-carros-classicos-em-2022/#respond Mon, 24 Jan 2022 15:56:49 +0000 https://coxautomotive.com.br/?p=489 Desde 2020, quando o padrão Mercosul foi adotado no Brasil, os colecionadores de carros tinham uma reclamação: as placas pretas. Até o presente momento, para diferenciar os carros de colecionadores dos modelos comuns, o padrão era fundo branco e letras prateadas.

Agora, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) aprovou, no dia 13 de dezembro, a resolução 887/21, regulamentando a volta da placa com fundo preto e letras brancas. A novidade foi publicada no Diário Oficial da União no último dia 22 de dezembro.

Apesar da publicação, os emplacamentos com a nova placa preta iniciarão somente a partir de 1º de junho de 2022. Durante este período, os fabricantes deverão se adaptar ao novo visual das placas. Vale destacar que as mudanças são somente estéticas e a substituição não é obrigatória. As regras para obtenção da placa preta seguem as mesmas: carros com mais de 30 anos e ao menos 80% de suas características originais.

]]>
https://coxautomotive.com.br/placa-preta-voltara-aos-carros-classicos-em-2022/feed/ 0
CNH ganhará novo desenho a partir de junho de 2022 https://coxautomotive.com.br/cnh-ganhara-novo-desenho-a-partir-de-junho-de-2022/ https://coxautomotive.com.br/cnh-ganhara-novo-desenho-a-partir-de-junho-de-2022/#respond Mon, 24 Jan 2022 15:54:00 +0000 https://coxautomotive.com.br/?p=483 Além da volta da placa preta, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) aprovou, no dia 13 de dezembro, o novo desenho da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O visual está presente na resolução 886/2021 e passará a valer em junho de 2022.

A mudança não é obrigatória e a substituição do modelo atual para a nova será gradativa. Dessa maneira, caso precise de uma nova habilitação a partir de junho ou faça a renovação após a data citada, receberá a CNH com novo desenho.

O governo se posicionou de forma contrária à mudança para uma outra proposta. Previa-se que o condutor levasse consigo um cartão plástico contendo um chip de identificação e demais informações. No entanto, o documento continuará impresso e com o uso do QR code no verso.

Apesar de não adotar o cartão plástico, uma das ideias do projeto original também está presenta na nova CNH. Trata-se de uma tabela com todos os tipos de veículos que o motorista pode conduzir. Oura novidade é adição da letra “P” para permissão para dirigir ou “D” para CNH definitiva.

]]>
https://coxautomotive.com.br/cnh-ganhara-novo-desenho-a-partir-de-junho-de-2022/feed/ 0
Licenciamento 2022: não atender ao chamado de recall pode bloquear o CRLV https://coxautomotive.com.br/licenciamento-2022-nao-atender-ao-chamado-de-recall-pode-bloquear-o-crlv/ https://coxautomotive.com.br/licenciamento-2022-nao-atender-ao-chamado-de-recall-pode-bloquear-o-crlv/#respond Mon, 24 Jan 2022 15:53:00 +0000 https://coxautomotive.com.br/?p=486 Além do IPVA, os proprietários de veículos sabem que é necessário pagar a taxa de licenciamento todo ano. No entanto, desde o ano passado há uma novidade que pode pegar alguns desavisados de surpresa. O Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV) pode não ser emitido caso o proprietário do veículo não atenda a um chamado de recall.

Desde 2019, o CRLV consta as campanhas de recall não realizadas. Isso é possível graças ao sistema criado pelo Serpro em parceria com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Através dele, a montadora avisa às autoridades sobre um recall e os proprietários são avisados pelo aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT).

Agora, após as modificações feitas na Lei 14.071/2020, que altera vários artigos do Código de Trânsito Brasileiro e passou a vigorar em abril deste ano, o CRLV pode não ser emitido caso o proprietário não atenda ao chamado da fabricante em até um ano.

Para evitar esse problema ou até mesmo resolver, caso seu CRLV tenha a emissão bloqueada, basta entrar em contato com a concessionária da fabricante do seu veículo e atender ao chamado de recall, que é sempre gratuito. Depois do reparo feito, a própria loja da baixa no sistema, liberando a emissão do CRLV.

]]>
https://coxautomotive.com.br/licenciamento-2022-nao-atender-ao-chamado-de-recall-pode-bloquear-o-crlv/feed/ 0
Como valorizar o seu carro usado para revendê-lo https://coxautomotive.com.br/como-valorizar-o-seu-carro-usado-para-revende-lo/ https://coxautomotive.com.br/como-valorizar-o-seu-carro-usado-para-revende-lo/#respond Wed, 17 Jun 2020 19:00:32 +0000 https://coxautomotive.com.br/?p=269 A KBB Brasil permite configurar até os opcionais do seu carro para você garantir um preço justo na hora da revenda

É sabedoria comum evitar pensar em um automóvel como um investimento. É fato que para o consumidor comum um veículo sempre será revendido por um valor menor do que o que foi gasto para comprá-lo (tenha sido ele 0 km ou usado). Contudo, isso não significa que você não possua maneiras para extrair o valor máximo que puder a partir do seu carro usado, diminuindo sua perda ao longo do tempo.

Cuidar bem do seu veículo, cumprindo com a programação de manutenção preventiva e manter um bom estado de conservação de pintura e acabamento interno certamente são dicas valiosas para preservar o valor do seu veículo para a revenda futura. Mas saber o preço certo que o seu carro vale é parte fundamental para você garantir um bom negócio. E é nesta parte que a KBB Brasil surge como a sua principal aliada.

Muitos consumidores, especialmente os que compram veículos 0 km, costumam adicionar opcionais ao carro, como bancos de couro, rodas maiores, equipamentos de tecnologia (centrais multimídias mais avançadas), teto solar, etc. Contudo, sem uma ferramenta de preço que valorize estes itens na hora da revenda, este tipo de personalização era praticamente descartada do cálculo do preço de revenda. Com a KBB Brasil, isso não acontece mais.

Ao consultar o Preço de Particular ou Preço de Troca em kbb.com.br do seu carro, o consumidor pode editar as informações do modelo conforme a unidade que ele possui na garagem. Há um campo para editar a quilometragem, o estado de conservação (se está excelente, bom ou razoável, seguindo critérios explicados no site referentes à pintura e histórico de manutenção), a cor, o tipo de pintura (se é sólida, metálica ou perolizada) e os equipamentos opcionais. Além disso, quando o usuário acessa o site da KBB Brasil, nós já identificamos o estado (UF) em que ele está para ajustar todos os preços disponíveis na nossa base àquela região, uma vez que o mesmo carro é negociado com valores diferentes dependendo da localização no País, dadas as nossas diversidades e dimensão continental.

Cada uma destas configurações citadas acima ajustará a Faixa de Preço KBB do modelo conforme as informações que o consumidor inseriu, refletindo com muito mais precisão a margem de preço justa para negociar o carro.

Por exemplo, a imagem a acima mostra qual é a Faixa de Preço KBB habitual para um Fiat Argo na versão Drive 1.3 manual, ano modelo 2018, para uma transação entre dois particulares (Preço de Particular): entre R$ 41.832 e R$ 44.965*. Porém, ao editar a quilometragem para 20.000 km, mudar o estado de conservação para excelente, adicionar pintura metálica e incluir os equipamentos Kit Parking e Kit Connect, a Faixa de Preço KBB sobe para R$ 52.742 a R$ 56.139*, conforme mostra a imagem abaixo.

Ou seja, com uma ferramenta precisa e detalhista como a da KBB Brasil, o preço do seu carro pode valorizar em até R$ 10 mil, o que certamente faz a diferença no final das contas. Portanto, já sabe: só a KBB Brasil consegue refletir quão bem cuidado está o seu veículo e quais são seus diferenciais para que você tenha como referência a margem de preço justa para negociá-lo!

Complicar, pra quê? Só na KBB Brasil você encontra o preço certo para o seu carro!

*Preços consultados em junho/2020, com localização de São Paulo.

]]>
https://coxautomotive.com.br/como-valorizar-o-seu-carro-usado-para-revende-lo/feed/ 0
Como fazer o melhor negócio na compra de um usado? https://coxautomotive.com.br/como-fazer-o-melhor-negocio-na-hora-de-comprar-um-carro-usado/ https://coxautomotive.com.br/como-fazer-o-melhor-negocio-na-hora-de-comprar-um-carro-usado/#respond Wed, 17 Jun 2020 18:51:54 +0000 https://coxautomotive.com.br/?p=264 A KBB Brasil preparou este guia para você que deseja trocar de carro, mas não quer transformar o processo numa dor de cabeça

Optar pela compra de um carro usado em vez de um modelo 0 km pode ser o melhor caminho para quem busca o equilíbrio entre o custo a ser pago e o benefício por adquirir um modelo, muitas vezes, mais completo do que um carro novo de valor equivalente. Contudo, diferentemente da compra de um automóvel 0 km, a aquisição de um veículo seminovo ou usado exige atenção e cuidados para evitar ciladas.

Seguindo nosso compromisso de ajudar o consumidor a sempre fazer o melhor negócio possível, preparamos este guia básico para você que já está nesta jornada da troca de carro ou pensa em iniciá-la. Seja em tempos de crise ou de normalidade, estas dicas certamente diminuirão as chances de você se frustrar ao longo do processo!

Faça as contas na ponta do lápis

Toda meta que envolva dinheiro começa por um orçamento: quanto você pode ou está disposto a desembolsar para trocar de carro? Definir com clareza um teto de gastos vai ajudá-lo a estreitar as opções que você procurará em sua jornada.

O automóvel é um bem passivo, ou seja, ele gera despesa continuamente. Além do valor da compra, é preciso ter em mente os gastos com abastecimento, manutenção e seguro. Por isso, simule quanto você poderia gastar com cada um destes custos mensalmente, em média, e, a partir disso, procure modelos que se encaixem à sua realidade financeira.

Avalie se onde você mora ou os lugares que frequenta têm muitas ocorrências de assalto, isso pode encarecer seu seguro. Se você usará o carro prioritariamente todos os dias no trânsito para ir ao trabalho, optar por modelos econômicos pode fazer mais sentido do que veículos com mais desempenho, a fim de atenuar os custos com combustível. Automóveis com alto volume de vendas de marcas com rede de concessionárias generosa podem facilitar e baratear a manutenção.

Defina a sua necessidade

O leque de opções de veículos no mercado de usados é extremamente amplo. Afinal, estamos falando de um mercado com potencial para mais de 14 milhões de transações, segundo resultado de 2019 divulgado pela Fenauto, entidade que representa os revendedores de veículos. Portanto, o primeiro passo a se fazer antes de trocar de carro é entender para que você precisa do carro.

Você precisará usá-lo todos os dias? Seria um uso somente utilitário (para ir e voltar ao trabalho) ou para fazer viagens aos finais de semana? Preciso de espaço para a família e um porta-malas grande? Os caminhos que eu pego são bem asfaltados ou muito esburacados? Há espaço suficiente para cadeirinha de criança?

Esta reflexão certamente o ajudará a delimitar as opções de modelos ideais para atender as suas necessidades.

Certifique-se do histórico

Se você não conhece a procedência do veículo que se interessou, nem o seu proprietário, o caminho mais seguro para garantir que o carro passou pela manutenção esperada é escolher ofertas que tragam um histórico idôneo de serviços, preferencialmente realizados em concessionárias, seguindo o programa preventivo da fabricante.

É possível encontrar carros muito bem conservados que tenham sido cuidados por oficinas independentes, mas neste caso é fundamental exigir a comprovação do serviço por meio de notas fiscais e de uma relação do que exatamente foi feito no veículo ao longo do tempo. Se não houver nenhuma materialidade comprobatória neste sentido, é melhor continuar procurando outras ofertas.

A contratação de empresas especializadas em vistorias de veículos pode ser um atalho muito útil nesta fase da negociação. Além de atestar a condição geral do veículo, elas podem comprovar a originalidade do carro, conferindo a sua documentação junto aos órgãos competentes, diminuindo até praticamente zero a chance de você cair em algum golpe.

Prefira a luz do Sol

Se você optar por avaliar um carro de um particular, sempre prefira fazer a visitação durante o dia, com boa luz solar iluminando o carro, que deverá estar seco. Água na carroceria ou pouca oferta de luz podem mascarar pequenos riscos ou avarias na lataria. Inspecionar os vãos entre as peças da carroceria é uma boa dica para constatar se não há falhas no alinhamento que escondam algum serviço mais pesado de conserto.

Quanto ao interior do automóvel, teste todas as dobradiças e verifique o estado do tecido dos bancos próximos às costuras para se certificar de que os materiais estão preservados. Porém, se o carro já tiver uma idade mais avançada e estiver tudo novo demais (como pedaleiras e volante) desconfie de troca recente. Se o proprietário não mencionou substituições de peças que você acabou descobrindo sozinho, desconfie da idoneidade do negócio.

Saiba o preço justo a pagar pelo carro

Independentemente de quem você for adquirir seu próximo carro usado, seja de particular ou de um lojista, a KBB Brasil te informa a faixa de preço justa pela qual você deve basear a sua negociação. Portanto, antes de assinar qualquer aquisição, acesse https://www.kbb.com.br/ e pesquise pelo modelo e versão do seu interesse para consultar qual é a Faixa de Preço KBB certa dele no mercado.

Só na KBB Brasil você possui uma ferramenta de edição de preços para informar a quilometragem, cor e até os opcionais do carro que você quer. Assim, você não paga além do que o carro realmente vale no mercado e garante uma negociação justa!

Complicar, pra quê? Na KBB Brasil você encontrar o preço certo para o seu carro!

]]>
https://coxautomotive.com.br/como-fazer-o-melhor-negocio-na-hora-de-comprar-um-carro-usado/feed/ 0
Por que você deve trocar a Fipe pela KBB Brasil? https://coxautomotive.com.br/por-que-voce-deve-trocar-a-fipe-pela-kbb-brasil/ https://coxautomotive.com.br/por-que-voce-deve-trocar-a-fipe-pela-kbb-brasil/#respond Mon, 15 Jun 2020 21:08:09 +0000 https://coxautomotive.com.br/?p=256 Preços fornecidos pela fundação não trazem nível de detalhamento exigido pelo mercado. KBB Brasil atende à esta demanda com a base de registros de preços mais completa do país

Durante muitos anos, a única referência pública de preços de automóveis disponíveis para consumidores e lojistas era a Tabela Fipe. Por existir sozinha cumprindo a função de fornecer uma referência de preços para transações comerciais do setor automotivo, a Tabela Fipe se tornou a principal fonte deste mercado. Contudo, qualquer pessoa que já tenha comprado ou vendido algum automóvel conhece as frustrações que a Tabela Fipe pode gerar durante uma negociação. Com a chegada da Kelley Blue Book Brasil, as limitações da Fipe ficam ainda mais evidentes.

De acordo com as palavras da própria Fipe, os preços que a fundação entrega com a sua tabela são referências médias, após exclusão de valores muito acima e muito abaixo do preço médio identificado para o carro. Este valor médio, portanto, vale para o território nacional.

Diferentemente da Fipe, que se divide em diversas produções de indicadores econômicos (para diferentes setores da economia), a KBB Brasil é total e exclusivamente dedicada à precificação de veículos. A metodologia empregada pela KBB Brasil pode ser muito mais abrangente e diversificada do que a utilizada pela Fipe. Prova disso está na diferença da base de registro de preços entre Fipe e KBB Brasil: enquanto a Fipe possui cerca de 9 mil preços em seu arquivo, a KBB Brasil detém uma base de mais de 34 mil registros ou mais de três vezes o portfólio da Fipe.

A principal razão para isso ocorrer é a limitação da Fipe ao aglutinar num único preço médio diferentes versões de um mesmo modelo de automóvel. Por exemplo, ao pesquisar o preço de um Ford Focus 1.6 manual 2014 no site da Tabela Fipe, você encontrará a seguinte página abaixo:

Como é possível perceber, o preço médio informado para um Focus 1.6 manual 2014 pela Fipe não muda para as versões S, SE e SE Plus, que possuem distinções de equipamentos relevantes entre elas. Ao pesquisar por este mesmo modelo no site kbb.com.br, de maneira inteiramente gratuita, o usuário encontrará um preço para cada uma dessas versões, conforme o print da tela de preços do Ford Focus nos mostra abaixo:

Ou seja, para cada modelo pesquisado na KBB Brasil, consumidor e lojista encontram um preço específico para a versão de interesse. E mais: o preço é ajustado automaticamente à região em que o usuário acessa o site e é possível editar uma série de características do modelo buscado, como quilometragem, cor e opcionais, para encontrar a Faixa de Preço KBB mais precisa para aquele modelo. Além disso, só na KBB Brasil há um preço para cada tipo de transação: entre particulares; particulares e lojistas; e para carros novos e usados.

A KBB Brasil coleta mais de um milhão de dados sobre preços de veículos mensalmente, oriundas de diversas fontes do mercado. Este riquíssimo conjunto de informações é processado diariamente por um algoritmo afinado, cuja tecnologia é referência nos Estados Unidos (onde a KBB é a principal fonte de preços do país, após um século de experiência no ramo) e, depois, estes dados são validados por um time de especialistas da KBB Brasil para garantir que cada valor publicado no site esteja coerente com a realidade do mercado brasileiro. Isto é, os preços da KBB Brasil não são apenas médias de mercado, mas prognósticos (chamamos de forecast) que respeitam o histórico de cada modelo e o comportamento de preços atual para chegar a um preço justo para cada tipo de transação.

Toda esta expertise nos permite ter o maior volume estatístico sobre preços de veículos do Brasil e fornecer preços bem mais assertivos para consumidores e lojistas.

Complicar pra quê? Na KBB Brasil você encontra o preço certo para o seu carro!

]]>
https://coxautomotive.com.br/por-que-voce-deve-trocar-a-fipe-pela-kbb-brasil/feed/ 0
Renovação de estoque de carros novos puxa alta https://coxautomotive.com.br/renovacao-de-estoque-de-carros-novos-puxa-alta-nos-precos-de-0-km-em-maio/ https://coxautomotive.com.br/renovacao-de-estoque-de-carros-novos-puxa-alta-nos-precos-de-0-km-em-maio/#respond Fri, 05 Jun 2020 18:37:23 +0000 https://coxautomotive.com.br/?p=247 Monitor de Variação de Preços da KBB Brasil aponta que modelos 2020 e 2021 tiveram mais de 5% de aumento em média no últo mês. Enquanto isso, a queda média dos usados foi de 2,24%

A crise inédita da indústria automotiva provocada pela pandemia da Covid-19 constrói um cenário de repleto de desafios e incertezas sobre os rumos que o setor tomará nos próximos meses. Para contribuir com a compreensão do contexto atual, a Kelley Blue Book Brasil divulga a segunda edição do Monitor de Variação de Preços (MVP) do mercado para analisar quais foram as tendências de preços praticadas no mês de maio.

O MVP de maio analisou 22.070 versões de veículos novos, seminovos e usados da base de registros da KBB Brasil e segmenta as informações em quatro análises de variações: por idade, por categorias de carrocerias, por marcas e por modelos mais vendidos. Todas as oscilações observadas nesta edição partem dos parâmetros de abril e se referem às médias de variações ocorridas em maio (conforme consta no conteúdo completo do MVP).

Diferentemente do que vimos nos primeiros 45 dias de pandemia analisados na primeira edição do estudo, não foram os modelos seminovos, com até 2 anos de uso, que puxaram as maiores tendências de aumento de preços no mês de maio. Desta vez, este fenômeno foi observado entre os modelos 0 km, que tiveram alta de 2,25% em média no último mês. Esta variação, no entanto, merece uma interpretação mais aprofundada.

Como o monitoramento acima evidencia, a categoria de carros 0 km engloba quatro anos modelos diferentes, o que demonstra que ainda há presença de estoque de 2018 e 2019 à venda. Estes anos modelos foram adquiridos com preços pré-crise, portanto, possuem maior margem de flexibilização de preços (com mais incentivos, bônus e condições especiais), o que justificaria a prática estabilização dos preços destes carros.

Contudo, à medida que o inventário das concessionárias vai se renovando com veículos com ano modelo 2020 e 2021, cuja produção já reflete os impactos da pandemia, os preços destes modelos valorizaram 5,15% e 5,32%, respectivamente, conforme observamos em maio.

O dólar ainda é a principal atribuição de responsabilidade sobre o acréscimo de preços de carros 0 km, apontada, principalmente, pela Anfavea, associação que reúne as fabricantes. Houve valorização de quase R$ 2 na cotação do dólar entre dezembro e abril, segundo Luiz Carlos Moraes, presidente da entidade. Tal incremento afeta diretamente os custos de produção.

Porém, insistimos, esta crise é inédita, portanto, outros fatores surgem como ingredientes neste fenômeno de encarecimento dos carros 0 km. Entre eles, há o custo de reestruturação das fábricas para a nova realidade de produção (que impõe novas rotinas de transporte de funcionários, distanciamento físico e preocupação sanitária dos trabalhadores), além da preocupação com rentabilidade por unidade vendida em um mercado cujo ganho em escala é fortemente reduzido pela queda na demanda.

Entre as categorias avaliadas, as que tiveram as maiores altas nos preços de 0 km foram de comerciais leves, como Furgão, Picape e Minibus, que subiram 5,70%, 6,01% e 10,21%, em média, em maio. Essa realidade tem como forte justificativa o aumento da prática de “deliveries” e a maior atuação de empresas de logística de entregas que o Brasil vem vivenciando desde o início do isolamento físico – a ponto de aumentar, consideravelmente, as receitas dos grandes e-commerces que atuam no país.

Já entre as categorias mais vendidas, Hatchback e Sedan tiveram altas menores (1,65% e 2,24%), enquanto os SUVs praticamente se estabilizaram (variação de 0,71% em maio). Colocando uma lupa sobre as marcas, entre as de volume, os maiores reajustes foram da Peugeot (com 7,81%), Ford (4,52%) e Fiat (4,46%). No caso das marcas premium, a que mais sofreu com alta dos 0 km foi a BMW, com 9,50% de reajuste médio. 

Variação entre os usados

Em relação aos carros usados, entre 3 e 10 anos de idade, houve dois movimentos distintos na comparação entre abril e maio. Enquanto em abril, no primeiro mês completo de pandemia, os preços seguiram tendência de aumento, sobretudo para os anos modelo 2011 e 2010, chegando a 3,93% e 4,81%, respectivamente, este efeito foi praticamente anulado no mês seguinte. Em maio, houve queda em todos os anos modelo, totalizando 2,24% de média de recuo, incluindo -3,97% para os modelos 2011 e -4,39% para os 2010.

Esta tendência atual de queda está em conformidade com o que havíamos adiantado na primeira edição do MVP. Os modelos usados, que num primeiro momento, em abril, poderiam ser atrativos para absorver as demandas de veículos mais novos, devido à cautela dos consumidores para não se descapitalizarem, acabaram se transformando, em maio, em bens de liquidez para cumprir com obrigações de caixa e quitações de dívidas. Neste contexto em que obter o dinheiro mais rápido é prioridade, os preços tendem a cair.

Além disso, a oferta de crédito para o setor automotivo caiu pela metade em abril (queda de R$ 8,64 bi em março para R$ 4,26 bi no mês seguinte) e a inadimplência de financiamento de veículos já mostrou tendência de alta no mesmo mês (encerrou com 4,1%), segundo dados do Banco Central. Embora, de acordo com a Fenauto (federação dos revendedores de veículos) o mês de maio tenha apresentado evolução de 118% nas transações de carros usados (que pode ser explicada também pela reabertura gradual dos serviços de Detran), este panorama econômico impacta diretamente as vendas de carros usados, que têm mais dificuldade para aprovação de crédito, e, em última instância, os preços praticados no mercado.

O recorte por categoria aponta que, ao contrário dos modelos de Furgão 0 km, que tiveram maiores aumentos em maio, estes mesmos veículos usados entre 3 e 10 anos tiveram depreciação de 6,07% no mês. SUV recuou 2,82%, Hatchback 2,81% e Sedan 1,93%. Já entre as marcas de volume cujos usados tiveram as maiores médias de depreciação, estão Ford (-4,27%) e Peugeot (-4,12%), enquanto entre as premium, o destaque fica para a Mercedes-Benz (-3,71%) e Mini (-3,70%).

Finalizando a nossa análise do mês de maio, a Kelley Blue Book Brasil ratifica o seu compromisso com seus clientes, parceiros e consumidores de estar atenta a todas as movimentações do mercado automotivo brasileiro. E, por isso, a nossa empresa tem alta expectativa para observar a reação do setor no mês de junho, que tende a ser um período em que conseguiremos extrair do mercado uma importante sinalização sobre a velocidade de retomada das vendas no segundo semestre.

Para ter acesso detalhado a todas as segmentações e estatísticas da edição de maio do Monitor de Variação de Preços da KBB Brasil entre em contato conosco!

]]>
https://coxautomotive.com.br/renovacao-de-estoque-de-carros-novos-puxa-alta-nos-precos-de-0-km-em-maio/feed/ 0
Venda de carros usados em maio mostra recuperação https://coxautomotive.com.br/venda-de-carros-usados-em-maio-mostra-recuperacao-nos-eua/ https://coxautomotive.com.br/venda-de-carros-usados-em-maio-mostra-recuperacao-nos-eua/#respond Mon, 18 May 2020 21:02:45 +0000 https://coxautomotive.com.br/?p=242 A matriz da Cox Automotive Inc. nos Estados Unidos divulgou no dia 18 de maio o balanço das vendas de veículos novos e usados no país durante a primeira quinzena do mês e o resultado aponta para um horizonte otimista em relação à recuperação do mercado.

O levantamento registrou queda de apenas 6% nos primeiros 14 dias de maio em relação ao mesmo período do ano passado. Em abril, esta redução foi de 34% para o mês inteiro. Já os emplacamentos de carros 0 km decresceu 31% durante a primeira quinzena de maio (o resultado total de abril foi de -41%).

A Cox Automotive Inc. observa melhora nos relatórios diários de comércio de veículos, uma vez que alguns estados americanos começam a retomar atividades econômicas e mais lojas e concessionárias reabrem ao público.

Este movimento positivo é reforçado pelo nível de confiança do consumidor, que vem demonstrando evolução desde abril, de acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de Michigan. Os consumidores entrevistados pela universidade relataram enxergar melhora nas condições de aquisição de imóveis e de veículos. A tendência de alta só foi interrompida no final da semana passada, quando houve maior instabilidade no mercado financeiro.

]]>
https://coxautomotive.com.br/venda-de-carros-usados-em-maio-mostra-recuperacao-nos-eua/feed/ 0